Monte Fuji

 

O Monte Fuji (Fuji-san) é um vulcão considerado ativo, com 3.776 metros de altura, a montanha mais alta do Japão. Na verdade, é uma composição de três vulcões sucessivos: o Komitake, na parte mais baixa, o Ko Fuji (Velho Fuji) e o Shin Fuji (Novo Fuji). Este último tornou-se ativo, pela primeira vez, há cerca de 10 mil anos e sua lava deu a forma atual da montanha. Ele já entrou em erupção 16 vezes desde o ano 781. A erupção mais recente ocorreu em 1707-1708, sem fatalidades.

A base da montanha tem uma circunferência de cerca de 125 km. A cratera, no topo, tem um diâmetro de cerca de 600 metros e profundidade de cerca de 250 m. Em torno da cratera formam-se oito picos: Oshaidake, Izudake, Jojudake, Komagatake, Mushimatake, Kengamme, Hukusandake e Kukushidake.

Fica no Parque Nacional de Fuji-Hakone-Izu, na divisa das municipalidades de Yamanashi e Shizuoka, Ilha de Honshu, a cerca de 100 km de Tókyo.

Tem forma aproximadamente simétrica e seu pico é eternamente coberto por neve, o que o torna um elemento pitoresco na paisagem. Em volta da montanha existem vários lagos chamados de: Yamanaka (o maior), Kawaguchi, Sai, Shōji e Motosu. O turismo é bem estruturado na região. O Monte Fuji situa-se na região vulcânica de Hakone, onde existem balneários de águas termais em Yumoto e Gōra.

É considerado uma montanha sagrada no Japão. Em volta existem alguns templos. No verão, milhares de japoneses sobem a montanha para visitar santuários no topo, uma tradição secular.

 

Fuji

 

O Monte Fuji visto da praia de Shichirigahama, em Kamakura.

 

Japão

 

Montanhistas

 

Paisagem japonesa

 

Copyright © Guia Geográfico - Geografia e vulcões da Ásia.

 

Taiwan

 

Mapa Monte Fuji

 

Montanhistas e peregrinos em uma das estações no Monte Fuji.

 

O Monte Fuji e o trem de alta velocidade Shinkansen.

 

 

Pico

 

Japão turismo

 

 

 

 

Monte Fuji

 

 

Jmills

 

 

Swollib

 

Derek Mawhinney